Tour Down Under: Português Tiago Machado no pódio.

SOBE AO 3.º POSTO DA GERAL.

Tiago Machado (RadioShack) ficou este sábado no terceiro lugar na quinta e penúltima tirada do Tour Down Under, ganha pelo regressado espanhol Alejandro Valverde (Movistar), e ascendeu ao terceiro posto da geral.

Na etapa rainha, ente McLaren Vale e Old Willunga, numa distância de 151,5 quilómetros, Tiago Machado cortou a meta a dois segundos de Valverde e do australiano Simon Gerrands (GreenEdge), ambos creditados com 3,45.48 horas.

Na geral, o ciclista português segue a oito segundos de Gerrans e Valverde, quando falta apenas disputar uma etapa, domingo: são 90 quilómetros, no Circuito de Adelaide, com bonificações na meta e nos sprints intermédios.

Depois do triunfo na véspera de Óscar Freire (Katusha), o protagonista do dia foi outro espanhol, Alejandro Valverde, que acabou com uma seca de 20 meses sem triunfos – não vencia desde 2 de maio de 2010, então na Volta à Romandia.

Valverde soube culminar sobre a meta, batendo ao sprint o novo líder da prova, o intenso trabalho da sua equipa, que se mostrou incansável desde o início.

A quinta etapa era a mais complicada da prova, já que contava com uma dura subida de três quilómetros, até ao cimo de Old Willunga, que os corredores tinham que passar em duas ocasiões.

Foi, precisamente, na primeira das duas subidas que o pelotão se partiu em dois, com o primeiro grupo a ficar reduzido a 25 unidades.

Na segunda, rumo ao final da tirada, Tiago Machado foi um dos grandes animadores, mas, nos metros finais, Valverde e Gerrands foram mais fortes, com o espanhol, de regresso após um castigo por doping, a impor-se.

“Sinto uma emoção exagerada. Esta vitória serviu para descarregar toda a raiva que tinha dentro de mim. Não pude aguentar as lágrimas na meta. Sentimentalmente falando, foi a vitória mais importante da minha carreira”, disse Valverde.

Emocionado, o espanhol lembrou o passado recente: “Foram muitos meses a treinar de forma dura, em casa, a cuidar-me ao máximo, sem competir. Numa altura com esta, uma pessoa recorda-se de tudo isso”.

“O triunfo vai para toda a equipa, que me apoiou a 100 por cento e, em especial, para Xavi Tondo. E também para todos que estiveram sempre ao meu lado. Eles sabem quem são: para a minha mulher, os meus filhos, a minha família”, rematou.

Domingo, na sexta e última etapa, Valverde vai lutar pelo triunfo, tal como o Tiago Machado, enquanto o outro português em prova está bem longe: Sérgio Paulinho (Saxobank) foi 67.º, a 7.09 minutos do espanhol, e é 45.º na geral, a 7.19.

Fonte: http://www.record.xl.pt

Deixe um comentário

Arquivado em Notícias e resultados

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s