Giro do Interior: Pela primeira vez válida pela UCI.

A Estância Turística de Barra Bonita, no interior paulista, será o centro das atenções do ciclismo nacional. A cidade receberá de 15 a 19 de março a terceira edição do Giro do Interior de São Paulo, evento que ganhou status internacional esse ano e conta pontos para o ranking nacional e das Américas.

O evento deve reunir cerca de 130 ciclistas. A prova terá cinco etapas, com um total aproximado de 500 quilômetros, e vai reunir as 15 principais equipes do Brasil, além de quatro equipes argentinas e uma do Paraguai.
A competição tem graduação 2.2 no ranking internacional da UCI (União Ciclística Internacional) e será uma boa oportunidade para que nossos ciclistas marquem pontos que serão úteis na classificação para os mundiais e para os Jogos Olímpicos de Londres-2012.

A prova começa oficialmente às 15 horas da segunda-feira, dia 15 de março, com a disputa de um Prólogo individual de 5 km. O trajeto vai do Posto Frolini, na saída da cidade, até a entrada do Hotel Estância Barra Bonita e retorna ao local de partida.

A quinta e última etapa será na sexta-feira, dia 19 de março, dia do aniversário da cidade. A etapa final terá um total de 69 km, num percurso misto de circuito urbano e estrada. Os ciclistas largam do centro de Barra Bonita e vão dar cinco voltas num circuito de 2,2 km montado às margens do Rio Tietê, na Avenida Pedro Ometto. Após o percurso urbano, os ciclistas prosseguem até a cidade de Macatuba e retornam novamente para Barra Bonita, onde darão mais 10 voltas no circuito para encerrarem a competição.

PROVA INTERNACIONAL

O Giro do Interior de São Paulo foi disputado pela primeira vez em 2008 com 70 ciclistas. No ano seguinte ganhou mais volume e reuniu 90 competidores. O bom trabalho dos organizadores garantiu ao evento o convite da CBC (Confederação Brasileira de Ciclismo) para subir de classe e se tornar internacional.

Ao todo, mais de 70 pessoas estarão ligadas ao evento. Uma corrida como o Giro do Interior de SP envolve comissários internacionais e nacionais, policiais batedores em motos, policiais militares e rodoviários, agentes do DER, funcionários da concessionária Rodovias do Tietê, montadores de estrutura e jornalistas de vários veículos.
A competição vai passar por estradas vicinais com bom piso e por avenidas de Barra Bonita e de cidades vizinhas como Igaraçu do Tiete, Macatuba, Borebi, Itapuí, Mineiros do Tietê, Bocaina e Garapua.

O Giro do Interior de São Paulo tem como principal característica as etapas disputadas num terreno conhecido no jargão ciclístico como “rompe pernas”, ou seja, as disputas na estrada serão num relevo do tipo sobe e desce. Embora não haja serras longas, a alternância contínua de subidas e descidas é um complicador para o pelotão.

“É uma prova com subidas que não é necessário ser escalador para vencer, mas é uma prova para aqueles que estão em boa forma física. São subidas curtas que exigem muita força. Há subidas duras antes das chegadas e o pelotão costuma se quebrar. Há também o vento lateral, que sopra forte em algumas etapas e complica a vida de todos”, explicou André Pullini, organizador do evento que também é ciclista profissional da equipe Memorial, de Santos.

DIA – ETAPA – PERCURSO – DISTÂNCIA
15 – etapa 1 – Prólogo individual – 5 km
16 – etapa 2 – B. Bonita/Macatuba /Us. S. José /Mal Rondon/B. Bonita/Min. Tiete/B. Bonita – 107 km
17 – etapa 3 – Bocaina/ Itapuí/Bocaina/Garapuã/Bocaina – 120 km
18 – etapa 4 – Igaraçu do Tietê/Macatuba/Borebi/Horto/Macatuba/Igaraçu do Tietê – 168 km
19 – etapa 5 – Barra Bonita/Macatuba/Barra Bonita – 65 km

PEDALADA PARA TODOS
A novidade dessa edição do Giro do Interior de São Paulo é o passeio ciclístico que a organização do evento promoverá no último dia. O passeio é aberto a todos e faz parte das comemorações do aniversário da cidade, que completa 127 anos no dia 19 de março.
Depois das 14 horas, após a largada oficial, o passeio ciclístico terá início. Será uma volta no circuito montado para a competição dos profissionais, entre a Avenida Pedro Ometto e a Avenida do Teleférico.
“O passeio ciclístico é uma oportunidade para que todos venham conhecer de perto esse esporte e ao mesmo tempo pratiquem uma atividade física no dia do aniversário de nossa cidade”, afirmou Pullini.

SOBRE BARRA BONITA

Desde 1964, a cidade ostenta o título de “Cidade Simpatia” e atualmente conta com pouco mais de 35 mil habitantes (Censo IBGE 2005). Rodeada por gigantescas plantações de cana-de-açúcar, a Estância Turística de Barra Bonita foi fundada em 1883 e fica a 278 km da capital São Paulo.

Entre os principais atrativos turísticos da cidade está a Eclusa de Barra Bonita, que foi a primeira da América do Sul a ser explorada turisticamente. Eclusa é uma espécie de elevador para grandes embarcações. A de Barra Bonita tem 142 metros de comprimento, 12 metros de largura e 25 metros de desnível.

A terceira edição do Giro do Interior de São Paulo tem o patrocínio do Banco do Brasil e da Prefeitura da Estância Turística de Barra Bonita com o apoio do Comitê Olímpico Brasileiro, DER (Departamento de Estradas de Rodagem), Polícia Militar e Polícia Militar Rodoviária de São Paulo, Departamento de Esportes de Barra Bonita e as prefeituras municipais das cidades de Igaraçu do Tietê, Macatuba, Bocaina, Itapuí e de Borebi. A realização é da Federação Paulista de Ciclismo, da Confederação Brasileira de Ciclismo e da União Ciclística Internacional, entidade máxima do ciclismo mundial com sede na Suíça.

Fonte:  bikemagazine.

Anúncios

Deixe um comentário

Arquivado em Corridas, Informações Gerais

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s